A campanha de apoio à comunidade Frei Damião, que encerraria na semana passada (03.07), será prorrogada. Os moradores da Frei Damião foram fortemente atingidos pelo ciclone que passou por SC nesta semana. Segundo a Associação de Moradores, pelo menos 70 residências foram danificadas.

A Frei é uma das áreas mais vulneráveis de SC. A estimativa da Associação de Moradores é de que mais de 4.600 famílias moram no local. São pessoas que vivem principalmente do trabalho informal, o mais impactado por esse momento de crise provocada pelo coronavírus.

A organização decidiu prorrogar a campanha e incluir materiais nos pedidos de doação para auxiliar na reconstrução de casas destruídas pelo ciclone que deixou muitos prejuízos em Palhoça.

Além da associação, as outras seis organizações que já recebiam apoio da campanha para a compra de alimentos têm a possibilidade de remanejar os recursos para comprar materiais de construção. Durante todo o mês de julho, o foco da campanha será a reconstrução da Frei Damião.

O Fundo de Apoio às Famílias da Frei Damião é uma iniciativa do Grupo Cidade Pedra Branca, Associação de Moradores da Pedra Branca e Associação Empresarial de Palhoça (ACIP), em parceria com o Instituto Comunitário Grande Florianópolis (ICOM).

Para participar:

Depósito ou transferência bancária para:
Banco: 001 – Banco do Brasil
Agência: 5201-9
Conta corrente 10918-5
ICOM – Instituto Comunitário Grande Florianópolis
CNPJ: 07.756.988/0001-62

Ainda é possível entregar cestas básicas na sede da Associação dos Moradores da Pedra Branca (AMO) – (48) 3341-1619 – amo@amopedrabranca.com.br

O Fundo de Apoio às Famílias da Frei Damião é uma iniciativa do Grupo Cidade Pedra Branca, Associação de Moradores da Pedra Branca e Associação Empresarial de Palhoça (ACIP), em parceria com o Instituto Comunitário Grande Florianópolis (ICOM).

Prestação de contas e mais informações: www.icomfloripa.org.br/coronavirus-frei-damiao

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *