Começa a ganhar mais espaço nos ambientes corporativos a discussão sobre uso da tecnologia Blockchain. Também conhecido como “o protocolo da confiança”, é uma tecnologia de registro distribuído que visa a descentralização como medida de segurança. São bases de registros e dados distribuídos e compartilhados que têm a função de criar um índice global para todas as transações que ocorrem em um determinado mercado. Funciona como um livro-razão, só que de forma pública, compartilhada e universal, que cria consenso e confiança na comunicação direta entre duas partes, ou seja, sem o intermédio de terceiros.

A tecnologia Blockchain possui imenso potencial para ajudar a combater fraudes fiscais e também para aumentar a confiabilidade da cadeia de registros empresariais para fins de controladoria, gestão de ativos, auditoria e emissão de relatórios de informações gerenciais para fins de tomada de decisão estratégica. O potencial disruptivo de aplicação desta tecnologia em governos e instituições privadas está apenas começando a ser percebido. Especialmente no que se refere ao compliance tributário, não é difícil antever a disrupção que será causada no setor quando os primeiros softwares construídos em Blockchain forem implementados.

O advogado Henrique Francerschetto, Vice Diretor Jurídico da ACIP e um especialista em matérias tributárias e finanças corporativas escreveu um artigo sobre Blockchain, que pode ser acompanhado aqui

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *