ACIP e PMSC se unem por mais segurança para Palhoça

A Diretoria da Associação Empresarial de Palhoça (ACIP) recebeu a visita do Comandante da 11ª. Região Militar – Grande Florianópolis, Coronel Araújo Gomes e do comandante do batalhão da PM em Palhoça, coronel Áureo Sandro Cardoso num encontro para discussão de ações conjuntas preventivas que possam ajudar a melhorar os níveis de segurança nos bairros do município.

Depois de ter comandado o 4º. Batalhão da PM Capital, o Coronel Araújo Gomes foi promovido para assumir o comando da 11ª. Região, que compreende 12 municípios da Grande Florianópolis, Palhoça entre eles. A visita do Coronel Gomes e do comandante do batalhão de Palhoça, Coronel Áureo, deflagra esta nova estratégia macrorregional de atuação da PM, sempre com a participação de entidades representativas da Sociedade, caso da ACIP.

Araújo Gomes explicou que o trabalho da PM pela preservação da ordem pública – “nosso verbo é proteger” – consiste no momento em novo diagnóstico que levanta pontos fortes e fracos que podem se transformar em estratégias de ação daqui para frente.

– Criamos um gabinete regional de Inteligência para ampliar o nível de informação e assim compartilhar dados estatísticos de ocorrências e de suspeitos num cadastro único no âmbito da nossa região, facilitando assim operações para combate ao furto, roubo e tráfico de drogas, os delitos mais comuns – disse Gomes.

Os militares consideram que a população pode ajudar e muito com ações cotidianas consideradas simples e fáceis de se adotar, o mesmo acontecendo com estabelecimentos comerciais e industriais e é aí é que entra o papel de entidades coma a ACIP.

– Programas como o Vizinho Solidário ajudam bastante na prevenção de crimes nas regiões urbanas mais densamente povoadas, e ele pode ser aplicado também nas áreas comerciais. A PM garante o suporte e a associação mobiliza os empresários a se engajarem no movimento. Outra estrutura que sempre garante bons resultados é a existência de um Conseg (Conselho de Segurança) nos bairros – acentua Gomes.

A Associação Empresarial de Palhoça (ACIP) entende que para uma melhoria em longo prazo é necessário um trabalho de conscientização da população, com relação a pequenas atitudes em que interferem na segurança coletiva.  O Presidente da ACIP, Leandro Porto da Rosa colocou a estrutura da entidade à disposição para colaborar no que for preciso para ajudar nestas ações preventivas e assim melhorar a segurança do município. O dirigente ressaltou que é fundamental que Palhoça ganhe mais atenção das autoridades e da Polícia Militar, especificamente, reivindicou mais câmeras de segurança para ampliar a capacidade de monitoramento do município.

– De nossa parte vamos mobilizar os associados para que todos participem e possam dar sua colaboração que será em benefício de todos – afirmou Leandro.

O Coronel Áureo mencionou a intenção da PM em instalar mais 124 câmeras de segurança em Palhoça, projeto que vai ampliar o monitoramento de muitos locais que estão a descoberto e que hoje são alvos freqüentes de ocorrências.

Este projeto de ampliação do monitoramento digital precisa do apoio da Prefeitura de Palhoça para ser colocado em prática, segundo as autoridades militares, que conduzem negociações para que isso aconteça o mais rápido possível.

compartilhe
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no email
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
tags
veja também