ACIP entra na Justiça contra o reajuste nos combustíveis

A Associação Empresarial de Palhoça (ACIP), através de sua assessoria jurídica, impetrou nesta quinta-feira (27/07/2017) na 3ª Vara Federal de Florianópolis Mandado de Segurança em favor de seus associados, visando suspender os efeitos do Decreto 9.101/2017 que implementou o aumento dos combustíveis. A ação visa assegurar o direito líquido e certo da impetrante e de seus associados a não se submeterem ao supracitado Dec. 9.101/2017, em razão de sua manifesta inconstitucionalidade e ilegalidade.

A demanda proposta discute estritamente questões de ordem jurídico-tributária, respeitando a integridade do sistema normativo pátrio, sem adentrar em argumentos vinculados à seara política ou econômica, que não devem sofrer interferência do poder judiciário.

Dentre as ilegalidades/inconstitucionalidades apontadas, estão a violação ao princípio da legalidade estrita/tipicidade, aos princípios da segurança jurídica, do direito adquirido, do ato jurídico perfeito, do respeito à anterioridade nonagesimal, além da ofensa ao Art. 178 do CTN e das violações aos Arts. 146, 150 e 195 da Constituição, entre outros fundamentos.

A legislação atacada (e que possibilitaria o aumento) prevê tratamento absolutamente desigual para o regime tributário em questão, outorgando grandes poderes ao Ente Público e deixando os Contribuintes indefesos, à mercê da oscilação de interesses do Governo Federal, sem que para isso exista respaldo em qualquer exceção constitucional aos limites ao poder de tributar!

O Decreto em questão aumentou os tributos de R$ 0,3816 para 0,7925 para o litro da gasolina, e de 0,2480 para R$ 0,4615 para o diesel nas refinarias, sendo que para o Etanol a alíquota passou de 0,12% para 0,1309% para os produtos e para o distribuidor a alíquota aumentou para R$ 0,1964.

compartilhe
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no email
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
tags
veja também