ACIP reivindica postergação de tributos municipais

Palhoça (SC) – Mobilizada em defender interesses de seus associados e diante da atual situação econômica do município, a Associação Empresarial de Palhoça (ACIP) encaminhou à Prefeitura de Palhoça uma solicitação de postergação de recolhimento de tributos e taxas municipais.

De acordo com o Presidente da Entidade, Ivan Cadore, a economia local está seriamente afetada pelas restrições ao seu pleno funcionamento, isso valendo para empresas de todos os portes dos setores da indústria, comércio e prestação de serviços. A Entidade entende que a preservação da atividade econômica e de sua plena atuação é fator vital neste momento e isso depende da colaboração de entes públicos para aliviar o sufoco pelo que passam os empresários.

– A luta maior é pela preservação de vidas, mas sem abrir mão da manutenção de empregos em todos os níveis, inclusive pela sua ampliação, diante da situação atual da conjuntura. O conceito de atividade essencial precisa ser melhor compreendido, o trabalho que sustenta uma família, seja ele qual for, é essencial – afirma Cadore.

Na manifestação, a ACIP solicita a postergação de pagamento de ISSQN, taxas de recolhimento de lixo, IPTU e ITBI, referentes ás competências de fevereiro a maio de 2021, sem incidência de juros e multas ou acréscimos legais pelos próximos 90 dias. A ACIP também reivindica a extensão dos atos públicos de liberação de funcionamento por pelo menos um ano a partir da edição da medida.

O teor integral do documento apresentado ao prefeito está aqui

Ofício Prefeito Freccia 16032021