AGE vai dar posse à nova Diretoria

A Associação Empresarial de Palhoça (ACIP) realizará na próxima quarta-feira (24 de maio), às 19h30, em sua sede, a Assembleia Geral Extraordinária (AGE) para dar posse à nova Diretoria eleita no último dia 26 de abril para o biênio 2017/2019. No último mês de abril a ACIP completou 24 anos de atuação em prol do associativismo e do estímulo ao empreendedorismo de Palhoça e região.

A nova Diretoria da entidade tem na presidência o empresário e contabilista Marcos Cardoso Canto. O empresário Everson May será o Vice Presidente. Na AGE serão empossados os novos membros da Diretoria Executiva e dos Conselhos Superior e Fiscal. Também serão empossados os novos coordenadores dos Núcleos da ACIP.

O empresário e contabilista Marcos Cardoso Canto participa do movimento associativista junto á ACIP desde 2009 e já ocupou vários cargos na entidade, tendo sido o Vice Presidente na gestão anterior, presidida por Leandro Porto da Rosa nos biênios 2013/2015 e 2015/2017.

Na nova gestão, Cardoso afirmou que a Diretoria fará uma gestão técnica e que vai trabalhar em projetos para proporcionar benefícios e o retorno aos filiados, bem como ocupar o espaço da representatividade empresarial em Palhoça para defender reivindicações dos empresários junto aos poderes públicos.

– A ACIP é uma entidade em constante evolução. A gestão passada trabalhou forte na organização administrativa, financeira e orçamentária, na montagem de uma equipe de gestão focada nos projetos que a entidade desenvolve. A partir de agora vamos trabalhar para fazer a entidade crescer com base nesta estrutura que foi montada – disse o dirigente.

O empresário Leandro Porto da Rosa, que encerra sua gestão na próxima semana, disse que a ACIP ganhou bastante visibilidade através de suas ações e iniciativas. Ele destaca a transformação da entidade na Casa do Empresário de Palhoça através da representação local do Sebrae/SC e das parcerias com entidades como o Senac/SC e a Fiesc; a criação da Câmara de Mediação e Arbitragem, pioneira em Palhoça, a participação na fundação do Observatório Social de Palhoça e também iniciativas em favor do empresariado, como a ação decisiva para que a data comemorativa do padroeiro da cidade deixasse de ser um feriado e se transformasse em ponto facultativo.

Na questão da reversão do feriado, Leandro lembra que esta era uma reivindicação antiga do comércio e empresas em geral, visto que a data antecede, no mês de agosto, o dia dos Pais, data comemorativa muito forte para o comércio em geral. “Mobilizamos os empresários, a prefeitura se sensibilizou e enviou o projeto à Câmara de Vereadores, que o aprovou. Isso nos deu a sensação do dever cumprido em relação aos nossos objetivos de defesa da atividade empresarial em busca do crescimento econômico do município”, concluiu.

compartilhe
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no email
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
tags
veja também