Empresários discutem Reforma Trabalhista com ministro na Capital

A Federação das Associações Empresariais de Santa Catarina (Facisc) reuniu cerca de 100 representantes das associações empresariais e demais lideranças, na sexta-feira passada (17.02), para debater sobre a Reforma Trabalhista, juntamente ao Ministro do Trabalho, Ronaldo Nogueira. O evento aconteceu no Hotel Majestic, em Florianópolis (SC) e contou com a participação do advogado Ivan Cadore, Diretor Jurídico da Associação Empresarial de Palhoça (Acip), que representou o setor empresarial do município.

A reforma faz parte do Projeto de Lei PL 6787/2016 e está atualmente na Câmara dos Deputados, em Brasília. A reunião foi aberta pelo presidente da Facisc, Ernesto Reck, primeiro vice-presidente Jonny Zulauf, deputado federal Celso Maldaner e presidente do Conselho Superior da Facisc, Alaor Tissot.

De acordo com Ivan Cadore, a manifestação dos dirigentes da Facisc resumiu a principal preocupação do empresariado com a reforma, que é facilitar a geração de emprego e ao mesmo tempo dar segurança jurídica ao empresário que desta maneira ganha estímulos para liderar projetos de empreendedorismo. O principal ponto tratado no projeto de lei é a previsão de que o acordado entre trabalhadores e empresas terá força de lei em 12 casos específicos. Entre eles estão o registro da jornada de trabalho e a pactuação de sua forma de cumprimento.

Outro ponto defendido pela classe empresarial catarinense é que o projeto de lei inclua em artigo específico, a prescrição da execução trabalhista, o que vai assegurar mais segurança jurídica e desta maneira criar um ambiente mais atrativo aos investimentos.

– A modernização das relações trabalhistas no Brasil é condição fundamental para que possamos retomar com firmeza uma rota de crescimento econômico. Direitos e deveres de contratantes e contratados deverão ser discutidos e pactuados de maneira aberta e transparente, com a devida segurança jurídica para assegurar e legitimar as oportunidades de trabalho que venham a ser criadas, esse é o caminho – asseverou Cadore.

compartilhe
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no email
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
tags
veja também