Entidades manifestam preocupação com o andamento da obra do Contorno da GFpolis

Representantes de entidades empresariais participaram de um encontro (14.06) na sede da Acibig e CDL, em Biguaçu, para avaliar e discutir formas de intervir no processo da obra do Contorno da BR 101 na Grande Florianópolis. Ricardo Wirtti, Diretor de Relacionamento da Associação Empresarial de Palhoça (ACIP) representou a entidade neste encontro.

A construção da via de contorno da BE 101 da Grande Florianópolis tem cerca de 50km de extensão é a maior obra viária em execução no Brasil neste momento. Tem previsão de conclusão para dezembro deste ano. Pela dimensão que ela representa, o processo da construção e fiscalização tem sido pauta de uma série de Entidades e Fóruns, com destaque para o Comdes, onde a obra é tema permanente.

A convocação da referida reunião se deu por parte do Presidente e Diretores da Acibig para manifestar preocupação com o prazo de entrega das obras do Contorno Viário da Grande Fpolis pois as duas “pontas” da obra (Biguaçu e Palhoça) estão atrasadas em especial no trecho de Palhoça, tanto pela complexidade da execução como pelos acontecimentos de troca de empreiteiras e até mesmo paralisação de trabalhadores pela falta de pagamento dos mesmos.

Após as manifestações de representantes de todas as entidades – Florianópolis, São José, Palhoça e Biguaçu – foi deliberado pela formação de um grupo de trabalho que compile todas as ações realizadas até o presente momento pelas entidades da região com a finalidade de obter maior “massa crítica” embasando uma grande ação, representativa de todas as entidades associativistas. O objetivo é de exercer maior pressão política em busca de sucesso da iniciativa.

Ricardo Wirtti observou que a iniciativa deve prosperar inclusive com convites a outras Entidades que não estavam presentes e que podem contribuir em termos de representatividade.

– Coletivamente o movimento de integração ganhará ainda mais força no sentido de cobrar a realização das obras do contorno dentro do prazo. Vamos agora debater internamente na ACIP de Palhoça para estudarmos a melhor forma de definirmos nossa parcela de participação nesse movimento – finalizou.

acessar a

Área do Associado