Marcelo Fett: Leis de incentivo valem para todas as empresas de Palhoça

O Secretário de Desenvolvimento Econômico de Palhoça, Marcelo Fett, mostrou que os programas de estímulo às empresas existentes na Prefeitura de Palhoça valem para todas as empresas, as que estão se instalando e também as que já estão instaladas. O secretário participou de um painel na sede da Associação Empresarial de Palhoça (ACIP), onde apresentou as características dos programas e tirou dúvidas dos empresários presentes sobre as aplicabilidades desta nova legislação.

Os novos programas aprovados são o Palhoça Investe e o Inova Palhoça, destinos a estimular a criação de novos negócios com ênfase em iniciativas focadas na inovação e no conhecimento. O objetivo principal é o de elevar a pauta econômico do município, que ainda tem um valor agregado muito baixo. Fett também mencionou o Prodep, que é um programa existente mais antigo e genérico, que desde 2006, não vinculado a programas de inovação,concedendo benefícios nos tributos de ISS, IPTU e ITBI.

– O Inova Palhoça estimula setores estratégicos e o Palhoça Investe garante a postergação de recolhimento do ISS. O poder público municipal concede vantagens e em troca pede contrapartidas, que, neste caso, são a vinda ou a permanência da empresa no município, a geração de empregos e o incremento à arrecadação. Isso resulta no crescimento da economia local, o que todos queremos enfatiza Marcelo Fett.

O painel com Marcelo Fett foi mais uma atividade que a Associação Empresarial de Palhoça (ACIP) realiza nesta mobilização dos empresários que reivindicam ações para ampliar o retorno dos impostos municipais a quem os recolhe e gera empregos no município. Presidente em exercício da entidade, Marcos Cardoso Canto explica que a idéia é manter esse nível de mobilização junto aos empresários.

– Continuaremos mobilizados através da ACIP e vamos também apresentar nossos pleitos à Câmara de Vereadores, que já recebeu nosso pedido e ainda não agendou o compromisso.. Estamos convictos de que estas iniciativas apresentarão resultados no futuro.   É absolutamente justo reivindicar mais retorno da municipalidade em troca dos impostos. Ninguém defende privilégios, apenas as contrapartidas legítimas em função dos impostos arrecadados – salienta o empresário.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.