Programa ReciclAcip apresenta resultados de 2019 e doa computadores

A Associação Empresarial de Palhoça (ACIP) desenvolve programas de sustentabilidade ambiental, um deles o ReciclAcip, com apoio técnico e operacional da empresa WeeeDo de logística reversa de eletroeletrônicos. Os resultados do balanço de 2019 mostraram expressivos avanços, de acordo com o Diretor de Meio Ambiente e de Sustentabilidade da Entidade, Lincoln Lenoch, com quase 3 toneladas de resíduos eletrônicos coletados e corretamente destinados.

Como resultado prático deste programa, a Weee.do promoveu a doação de computadores para projetos sociais promovendo a inclusão social de comunidades mais carentes de atenção. Foram doados (17.02) dois equipamentos completos para a Organização Não Governamental Dorcas, que atua na região da comunidade Frei Damião de Palhoça, considerada a mais carente do município.

Segundo a voluntária da ONG Dorcas, Margarete S. de Oliveira, a Entidade atende no momento 94 crianças com idades entre 6 e 14 anos, proporcionando diversas atividades de estudo e entretenimento, além de refeições, tudo resultado de doações.
Participaram da entrega dos equipamentos o Diretor de Meio Ambiente e de Sustentabilidade, Lincoln Lenoch, a voluntária do projeto Dorcas, Margarete S. de Oliveira, o diretor da WeeeDo, Mark Rae e Rodrigo Kinchescki, supervisor administrativo e de qualidade do Tabelionato Margarida de Palhoça, a empresa que é a maior contribuinte individual do ReciclAcip, tendo registrado mais de 6 toneladas desde 2016, quando começou o programa.

 

Balanço do Reciclacip
– 2869 Kg de resíduos eletrônicos coletados e destinados para reciclagem.
– 3,3 toneladas de gás carbônico deixaram de ser emitidos, o equivalente a 66 carros rodando durante uma semana.
– Em energia foram economizados 10812,6 Kwh , o suficiente para abastecer 1.272 casas por um dia.
– Foram reciclados 210,4 Kg de alumínio, equivalente à produção de mais de 12.834 novas latinhas.
– Foram reciclados 861,2 kg de ferro, o correspondente à produção de 203 novos computadores.
– Foram corretamente destinados 349,8 Kg de materiais perigosos (tóxicos contaminantes, Ex. chumbo, mercúrio, etc) que não foram descartados em aterro ou na natureza.