Reforma Trabalhista: Pesquisa indica otimismo com cautela

Aproveitando a presença de um contingente de cerca de 50 empresários, executivos e gestores de negócios neste evento do Café de Negócios, a ACIP promoveu uma pesquisa para avaliar a expectativa deste público em relação aos efeitos da Reforma Trabalhista aprovada recentemente pelo Congresso Nacional e sancionada para valer a partir do mês de novembro próximo.  O resultado predominante indica uma postura otimista, porém cautelosa.

A questão inicial da pesquisa mostrou que um terço deste contingente não tem conhecimento pleno da mudança, indicando conhecimento parcial. A maioria, 56,6% indicou que tem plena noção da mudança e 13,3% disseram que ainda não conhecem a nova legislação.

Em outra questão, a maioria (50%) indicou que a mudança poderá destravar o ambiente de negócios facilitando a geração de empregos, mas faz a ressalva de que esse processo será gradativo.

Essa postura se confirma na resposta sobre quando a reforma trabalhista trará resultados efetivos para a retomada do crescimento da economia. O contingente mais expressivo (56,6%) indicou que isso só vai acontecer em 2018, enquanto 10% acreditam que a reação começa com força ainda este ano. Para um terceiro contingente (33,3%), a reação será bastante tímida.

 

 

compartilhe
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no email
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
tags
veja também