Empresários estão otimistas, apesar do cenário adverso

A reunião plenária da Facisc teve a participação de mais de 30 empresários dos mais variados setores, de indústria, comércio e prestação de serviços, os quais participaram de uma consulta informal sobre a atual conjuntura econômica. O resultado indicou uma postura otimista.

Para 53% dos pesquisados, o resultado econômico das empresas será melhor que em 2014, enquanto 18% optaram por dizer que seu desempenho será praticamente o mesmo do ano passado e outros 29% acham que 2015 fecharam com resultado abaixo do ano passado. Deste contingente,  47% disseram que o primeiro semestre de 2015 foi melhor que o de 2014 enquanto 29% indicaram que o resultado foi igual ao ano passado e 23% disseram que o desempenho foi pior.

Em relação ao aproveitamento de mão de obra, 35% dos empresários declinou intenção de contratar novos funcionários, 47% responderam que irão manter o quadro atual e somente 12% indicaram demissões.

Com relação às medidas do ajuste fiscal do Governo, apenas 6% consideram que elas estão corretas e que darão resultado ainda em 2015.  A grande maioria (53%) indicou que elas são muito tímidas e não alcançarão resultado pleno, enquanto um terceiro grupo (29%) acha que as medidas do governo são equivocadas porque se concentram apenas na manutenção da alta na taxa básica de juros.

 

compartilhe
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no email
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
tags
veja também